Roteiro geológico e caminhada até à casa do Sardinha
Data: 2017-06-18 Visualizações: 550

Roteiro geológico e caminhada até à casa do Sardinha

No dia 5 de junho os alunos das turmas 1 e 2 do 11.º ano, no âmbito da disciplina de Biologia e Geologia, realizaram um roteiro geológico na Ponta de S. Lourenço e um percurso pedestre até à Casa do Sardinha orientado por um vigilante da Natureza do Instituto de Florestas e Conservação da Natureza, que explicou a fauna e flora do local e a docente da disciplina que chamou a atenção para as estruturas geológicas e diferentes litologias observadas.

Nesta visita de estudo os alunos puderam consolidar muitos dos conhecimentos da área da geologia abordados no 10.º e 11.ºano, compreendendo como se formou o Arquipélago da Madeira, idade das várias ilhas vulcânicas e tipo de vulcanismo associado, relacionando as diferentes litologias com o tipo de erupção. Algumas das paragens do roteiro constituem geossítios de elevado valor científico, destacando-se as dunas fósseis da Prainha constituídas por areias carbonatadas de origem biogénica e areias vulcânicas, onde se observam paleossolos com rizoconcreções; no miradouro da Ponta do Rosto, reconheceram a forma geral da ilha da Madeira em Vulcão escudo e respetiva geomorfologia, a qual resulta da relação entre a erosão da linha de costa e as principais estruturas vulcano-tectónicas, observaram o alinhamento dos cones vulcânicos da Cancela e Sr.ª da Piedade, distinguiram a disjunção esferoidal da disjunção prismática; na Baía d´Abra e ao longo da caminhada até à casa do Sardinha, os alunos puderam compreender as relações geométricas e estratigráficas entre as várias unidades geológicas, reconhecer diferentes litologias intercaladas por filões e identificaram as principais falhas (Estreito e Pedra Furada), bem como muitas outras resultantes da ação de tensões distensivas.

No final da caminhada depois de uma visita à Casa do Sardinha, os alunos deliciaram-se a mergulhar nas águas límpidas do cais deste local, onde almoçaram e permaneceram durante a tarde, no regresso, fez-se ainda uma paragem nas piscinas do Porto da Cruz para observarem o depósito sedimentar de origem lagunar, sobreposto a uma escoada lávica e coberto pelo mugearito (rocha vulcânica do Complexo Vulcânico Superior).

Com a realização deste roteiro geológico, os alunos consolidaram os conhecimentos da geologia, tendo-se revelado uma ferramenta didática importante na preparação dos alunos para o exame nacional de Biologia e Geologia.

 

Prof. Ângela Morais

Próximas Reuniões